Carreira de psicólogo: por que investir em uma especialização? - Blog Unipar

Carreira de psicólogo: por que investir em uma especialização?

6 minutos para ler

A carreira de psicólogo é, ao mesmo tempo, nobre e complexa. O profissional tem a difícil missão de compreender o ser humano e ajudá-lo a superar suas dificuldades emocionais em diferentes contextos. Para conseguir um desempenho eficiente, é preciso ir além do conhecimento adquirido na graduação e reforçar o repertório técnico.

Neste post, vamos falar sobre a importância da pós-graduação na carreira do psicólogo. Durante a leitura, você também vai conhecer algumas opções promissoras para se especializar em Psicologia, assim como vai descobrir quais critérios usar para escolher uma pós de qualidade. Acompanhe!

A importância da especialização na carreira de psicólogo

É fato que a educação continuada é a chave do sucesso profissional. A graduação é somente o primeiro passo de uma longa jornada. Para continuar em destaque em sua área de formação e garantir boas oportunidades, vale a pena se manter em atualização constante.

Na carreira de psicólogo, aprimorar o conhecimento de forma contínua é essencial. Não apenas pelas vantagens conquistadas no mercado de trabalho, mas também para oferecer um atendimento mais efetivo aos seus pacientes.

Em relação aos diferenciais que uma pós-graduação garante para o mercado profissional, podemos mencionar pontos conhecidos, como:

  • título acadêmico elevado — especialista, mestre ou doutor;
  • melhores oportunidades de trabalho;
  • chances de ganhar mais;
  • aumento na rede de contatos;
  • domínio técnico em uma área de atuação.

Agora, focando na carreira de psicólogo, vamos um pouco mais longe para pontuar o quanto uma especialização pode elevar o nível do seu trabalho. A começar pela questão de obter conhecimento aprofundado em um campo específico da profissão.

A Psicologia é um curso da área da Saúde que tem uma base bem ampla para abordar tudo que o estudante precisa conhecer. As disciplinas estudadas nos primeiros períodos incluem temas em Anatomia, Biologia, Filosofia, Estatística Aplicada e muito mais. No decorrer da graduação, os saberes continuam se expandindo em várias direções: são diversas abordagens teóricas, técnicas de psicoterapia e áreas de atuação para explorar.

No total, são 5 anos que entregam ao estudante uma bagagem diversificada para que ele possa tomar qualquer rumo na carreira de psicólogo. Mas, no dia a dia, o profissional percebe que precisa ter mais domínio em relação às teorias e técnicas que ele utiliza. Assim, a busca por uma especialização é o caminho para obter autoridade e oferecer um trabalho de excelência.

As principais áreas de especialização em Psicologia

A Psicologia oferece inúmeras possibilidades de atuação e especialização. Para saber qual direção seguir, você pode se aprimorar na área em que já atua ou fazer um mapeamento de mercado para verificar quais campos estão em alta. Além disso, é sempre válido se guiar pelas próprias aptidões e expectativas para chegar à realização profissional.

Conheça algumas das principais áreas da Psicologia para se especializar!

Psicologia Clínica

Nessa carreira, o psicólogo realiza atendimentos clínicos, faz avaliações psicológicas, conclui psicodiagnósticos, emite laudos e pareceres, e conduz processos de psicoterapia. A Psicologia Clínica acompanha desde as pessoas que querem obter mais autoconhecimento e lidar com seus conflitos, até o tratamento de transtornos mentais graves.

Powered by Rock Convert

Para se aprofundar na área clínica, o profissional pode buscar um curso de especialização para obter mais domínio das ferramentas utilizadas na avaliação em consultório. Da mesma forma, o psicólogo pode procurar uma pós-graduação em uma linha específica de atendimento — Psicanálise, Terapia Cognitivo-comportamental etc. — e adquirir mais prática em uma nova abordagem.

Psicologia Organizacional

Profissionais de Psicologia também são pessoas valiosas no âmbito empresarial. A carreira do psicólogo que atua em Recursos Humanos inclui atividades como recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento, pesquisa de clima organizacional, gerenciamento de conflitos, entre outras.

Essa é uma área com vastas oportunidades de trabalho — em empresas, agências de emprego e consultorias de treinamento. Então, para quem gosta do ambiente corporativo, uma especialização em Psicologia Organizacional pode abrir muitas portas.

Psicologia Escolar

A área da educação é outra opção promissora para a carreira do psicólogo. Nas instituições de ensino, o profissional é procurado para avaliar dificuldades de aprendizagem, desvios de conduta e problemas interpessoais, além de promover orientação vocacional.

O psicólogo escolar faz o acompanhamento inicial e, de acordo com cada caso, encaminha o aluno para outros especialistas. Além da pós-graduação em Psicologia Educacional, outras áreas aproximadas para se especializar são Educação Especial e Inclusiva, Psicopedagogia Clínica e Institucional e Neuropsicopedagogia.

Ensino e Pesquisa

Embora tenha menos destaque enquanto mercado de trabalho, o campo de docência e pesquisa precisa de mais profissionais com profundo conhecimento nas ciências psicológicas. Como docente, o psicólogo pós-graduado pode lecionar em universidades públicas e privadas. Como pesquisador, ele participa de estudos qualitativos e quantitativos para trazer descobertas às comunidades acadêmica, científica e social.

Os critérios para escolher uma pós-graduação de qualidade

Com as exigências crescentes do mercado de trabalho e o aumento na busca por cursos de pós-graduação, começaram a surgir novas instituições de ensino superior (IES) voltadas para especializações. Com isso, ao mesmo tempo em que o profissional encontra opções variadas para se especializar, ele também precisa ser mais criterioso na hora de fazer essa escolha.

O nome da instituição, que será vinculado à formação do aluno, tem um peso e tanto no currículo. A referência da qualidade educacional é um elemento que dará destaque ao perfil do profissional. Então, vale a pena fazer uma pesquisa antes de se matricular, levando em conta os seguintes fatores:

  • reconhecimento da qualidade acadêmica;
  • nível e experiência dos docentes;
  • conteúdo programático;
  • recursos oferecidos ao aluno — tanto na estrutura física quanto nos ambientes virtuais;
  • opinião dos ex-alunos em relação à metodologia de ensino. 

Pensando nisso, tome cuidado ao escolher uma instituição pouco conhecida, pois existe o risco de ser um tiro no escuro. No cenário educacional, algumas IES se destacam pelo longo tempo de atividade, quantidade de alunos formados e, claro, qualidade de ensino — como a Unipar, que tem mais de 40 anos de tradição e já formou milhares de profissionais em cursos de graduação e pós-graduação.

Na carreira de psicólogo, optar por uma universidade tradicional para dar continuidade aos estudos é uma iniciativa com maior garantia de sucesso. As teorias e técnicas abordadas no campo da Psicologia requerem conhecimento científico avançado, e isso só pode ser conquistado em um curso de alta qualidade.

Para saber mais sobre os nossos cursos de pós-graduação, entre em contato com a Unipar e se torne um especialista na sua área!

Posts relacionados

Deixe uma resposta