Como montar um portfólio? Mostre seu trabalho de designer!
como montar um portfólio como montar um portfólio

Descubra como montar um portfólio do seu trabalho como designer

6 minutos para ler

A maioria dos profissionais tem todo cuidado ao elaborar currículos que sejam atraentes para conquistar vagas interessantes. No caso do designer, ele deve ainda saber como montar um portfólio.

Pode até ser que o processo seletivo seja baseado apenas na avaliação de competências técnicas e comportamentais, mas é bastante comum que os recrutadores peçam uma apresentação mais visual para conhecer o estilo dos candidatos. Quem está procurando um freelancer na área também costuma pedir o envio do portfólio pelo mesmo motivo.

Você trabalha com isso ou tem uma profissão que também lida com criatividade? Então acompanhe a leitura para descobrir como estruturar (ou aprimorar) o seu portfólio e aumentar as suas chances no mercado!

O que é um portfólio?

Para quem não conhece, o portfólio é como um documento de apresentação de um profissional que trabalha com criação. Em geral, os designers são os que mais recebem esse tipo de pedido, mas os escritores, publicitários e fotógrafos são outros exemplos.

Sendo um material pessoal, a ideia é que o portfólio seja capaz de transmitir o seu potencial e estilo na hora de criar suas peças (sejam elas obras gráficas, textos, campanhas, fotos etc). Por isso, cada pessoa tende a apresentar os seus melhores trabalhos para despertar o interesse de quem vai analisar o conteúdo e, possivelmente, contratar os seus serviços.

Logo, não há mistério. Basta reunir tudo o que já foi produzido durante a sua trajetória profissional e montar um compilado que seja atrativo. Os mais experientes podem fazer uma seleção criteriosa para que o resultado não fique extenso demais, enquanto os mais jovens na carreira podem produzir peças independentes para compor o material.

Outro detalhe sobre o portfólio é que ele pode ser físico ou digital — pesquise sobre ferramentas específicas para isso. Nesse caso, a ideia é ter pelo menos uma versão atualizada do documento online e, se for preciso, fazer a impressão.

Por que vale a pena montar um portfólio?

A importância do portfólio está na oportunidade de um profissional se expressar e demonstrar suas criações, algo que um currículo cheio de tópicos ou palavras não permite. Portanto, vale muito a pena ter um material bem elaborado para atrair clientes e apresentar o seu talento.

Em um processo seletivo, trata-se de uma chance de se diferenciar dos demais candidatos e conquistar a pessoa responsável pela decisão. É como oferecer uma isca ou um aperitivo para o outro experimentar e ter uma noção do que você é capaz. Podemos dizer ainda que o portfólio é um cartão de visitas mais completo, uma ferramenta que pode abrir muitas portas de trabalho.

Como montar um portfólio?

Agora que você já conhece o valor do portfólio como instrumento profissional, vamos passar para a parte prática. Todo cuidado e dedicação serão importantes para ter um resultado de alta qualidade. Logo, não basta apenas “juntar” as suas produções mais antigas. O ideal é pensar em todos os detalhes e preparar um material realmente encantador. Confira a seguir as nossas dicas.

Defina seu objetivo

Seu portfólio vai ser usado para algum propósito, certo? Então, seu primeiro passo é identificar qual objetivo seu material deve cumprir para começar a montagem.

Powered by Rock Convert

Aliás, talvez seja necessário até pensar em duas ou mais versões. Por exemplo, um designer gráfico que trabalha em diferentes segmentos pode ter um portfólio de criação de sites, outro de logotipos e assim por diante. Já um fotógrafo pode optar por dividir os seus portfólios pelas ocasiões dos ensaios, como casamentos e formaturas.

Nesse sentido, é bom avaliar qual é a sua intenção ao buscar trabalhos no mercado ou produzir um material direcionado para os requisitos da vaga que você está se candidatando.

Escolha os seus principais trabalhos

Acertar na escolha dos seus trabalhos é um ponto essencial para aumentar suas chances de sucesso. Diante disso, pesquise todos os seus arquivos e avalie a qualidade de cada um deles para conseguir selecionar os melhores.

Por mais que você tenha uma carreira extensa e cheia de projetos bacanas, fique atento para não se estender demais e criar um portfólio exaustivo. Eleja entre 10 a 15 peças para mostrar, verificando sempre se você tem autorização para divulgar os materiais escolhidos (em alguns casos eles são confidenciais).

Aposte na simplicidade

Ser simples é uma sugestão para não errar no momento de apresentar as suas criações. Lembre-se que a pessoa que vai avaliar pode não ter a mesma experiência que você para entender recursos complexos ou não dispor muito tempo para isso. É melhor não correr o risco de causar confusões e optar pela simplicidade.

Facilite a leitura e a navegação

A visualização do portfólio também deve ser fácil e prática. Estabeleça uma ordem, divida em categorias e deixe tudo bem organizado. Esse é um fator primordial para quem trabalha com segmentos diversos, caso contrário, você vai “obrigar” a pessoa a ver materiais que nem são do seu interesse.

Use as redes sociais a seu favor 

Por fim, use as suas redes sociais para divulgar seu trabalho. Você pode fazer isso de forma orgânica ou com posts patrocinados para aumentar o seu poder de alcance — mais uma vez, tudo depende do seu objetivo. Crie um perfil profissional e vá postando seus trabalhos, de forma que o seu feed acabe virando uma espécie de portfólio. Aproveite ainda para turbinar o seu LinkedIn, que é uma rede mais voltada para o mercado de trabalho.

Na área do Design, é comum que os profissionais tenham um site que apresente o portfólio completo, e apostar na divulgação da página pode ser mais fácil inclusive para seus amigos que quiserem dar uma força.

Nossa última dica é revisar o documento com muita atenção para ter certeza de que não há nenhum erro e que ele transmite exatamente a mensagem que você deseja passar. Afinal, não é somente sobre o seu trabalho, é sobre você e o próprio portfólio não deixa de ser uma peça de design.

Viu como montar um portfólio não é uma missão tão difícil? Contudo, é imprescindível ser cuidadoso com essa tarefa de forma que o resultado seja positivo para o seu sucesso profissional!

Se você gostou do post, não deixe de seguir os nossos perfis nas redes sociais para acompanhar todas as novidades e receber ainda mais dicas! Estamos no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Posts relacionados

Deixe uma resposta