Como ser um bom administrador? Conheça os diferenciais do profissional - Blog Unipar

Como ser um bom administrador? Conheça os diferenciais do profissional

6 minutos para ler

Na hora de buscar requalificação no mercado, é preciso focar as qualidades profissionais para desempenhar certas funções. No caso da carreira administrativa, existem habilidades específicas que o profissional deve desenvolver — entre elas, algumas soft skills e hard skills. Mas você sabe como ser um bom administrador e despontar em uma seleção com recrutadores?

Neste post, você entenderá quais são os diferenciais desse profissional e descobrirá por que a atualização constante dessas habilidades é importante para ter êxito na carreira. Comece a leitura agora e tire as suas dúvidas sobre o assunto!

Quais são os diferenciais de um bom administrador?

Não é novidade que o curso de Administração é um dos mais procurados pelos vestibulandos. A profissão tem alta taxa de empregabilidade e ainda inclui várias áreas de atuação, desde a gestão financeira até a gestão de marketing, passando pela logística e pela consultoria.

O bacharel em Administração tem muita chance de crescer em uma empresa, seja atuando com finanças, seja articulando a logística com colaboradores ou lidando com pessoas. Cargos de gerência e diretoria são promissores e podem ser um horizonte alcançado por funcionários dedicados e persistentes.

No entanto, antes de começar a graduação e se preparar para o mercado de trabalho, é importante conhecer o perfil profissional exigido por essa carreira. O administrador competente deve ter comunicação clara com a equipe e buscar sempre se aprimorar na profissão, com controle emocional e vontade de crescer na empresa.

Boa comunicação

É essencial que o gestor saiba dialogar com a equipe, com os colaboradores externos e com o público da empresa. Nesse caso, a comunicação é a alma do negócio, uma vez que integra os profissionais e facilita o aprimoramento dos objetivos a serem atingidos pela instituição.

Muitas vezes, as metas traçadas pelo plano de gestão não são alcançadas em um prazo determinado e a comunicação se mostra fundamental para reverter o processo. Alinhando as expectativas com o diálogo claro, é mais simples verificar possíveis erros e ajustar a estratégia administrativa, visando uma melhora no fechamento de contas da empresa.

Busca e partilha de conhecimento

Além de saber se comunicar bem com os outros, um bom administrador deve estar atento às mudanças do mercado, buscando se atualizar constantemente. Ao mostrar interesse por novos conteúdos, o profissional passa a imagem de que se preocupa com atitudes e de que quer melhorar cada vez mais a sua postura na corporação.

Além disso, cabe ao funcionário compartilhar os saberes adquiridos com o grupo, passando adiante os conhecimentos aos quais teve acesso. Essa habilidade equilibra os níveis hierárquicos dentro de uma instituição (sem desrespeitar a cultura vigente) e auxilia a equipe na solução de possíveis problemas e falhas de produção.

Inteligência emocional

A inteligência emocional está associada à maneira como indivíduos lidam com os próprios sentimentos, sabendo processar e gerenciar as suas emoções. Para se ter uma ideia, a forma como a pessoa se conecta com os outros é uma das competências dessa habilidade emocional, à qual os administradores devem prestar atenção e buscar desenvolver.

Powered by Rock Convert

Ao longo da vida profissional, o funcionário sente diversas sensações, e nem sempre o sentimento é positivo em relação ao negócio e aos colegas. No entanto, perceber as emoções e, sobretudo, gerenciar o que se sente é muito positivo para ter persistência no cargo e se desenvolver na carreira.

Por isso, o quociente emocional tem sido bastante aplicado em processos de seleção, uma vez que filtra pessoas que dominam os sentimentos e estão aptas para ajudar a equipe com sabedoria e sensibilidade.

Domínio de outros idiomas

Não é de hoje que se fala sobre a necessidade de dominar outros idiomas, como o inglês, o espanhol e até o mandarim. A explicação para essa habilidade se deve ao fato de o bom administrador se articular com diferentes clientes e públicos, ainda que eles não falem a sua língua materna — nesse caso, o português.

O currículo do profissional bilíngue ou poliglota será um diferencial enorme na hora de procurar um emprego ou conquistar promoções na carreira. Por isso, investir em aulas de língua estrangeira, ainda que de maneira esporádica na semana ou em uma formação de curso livre, é uma estratégia interessante para conseguir novas oportunidades no trabalho.

Capacidade de autoaprendizagem

Já falamos sobre a necessidade de o administrador buscar o conhecimento e aprender novas maneiras de gerir um negócio. Entretanto, outra habilidade que se sobrepõe a essa é a de desenvolver a capacidade de autoaprendizagem, procurando entender fenômenos ainda não compreendidos de forma espontânea.

Tal capacidade é um diferencial bastante visível para recrutadores, que imaginam que o profissional capaz de aprender de maneira autônoma estará pronto para vencer desafios na empresa e para resolver possíveis problemas nesse percurso.

Por que o profissional deve desenvolver habilidades constantemente?

Até aqui, você percebeu que o perfil profissional do administrador combina bom desempenho em comunicação, inteligência emocional, conhecimento em outros idiomas, autoaprendizagem e gestão de grupo. Porém, a dúvida que muitos candidatos têm é por que desenvolver constantemente essas habilidades?

Para responder à questão, é preciso pensar no mercado de trabalho, o qual passa por uma atualização constante. Nesse sentido, o profissional que tem capacidade de liderança e está aberto para aprender mais sobre a sua função e para melhorar a atuação do empreendimento fica à frente da concorrência.

O motivo é simples: recrutadores entendem que o perfil profissional do administrador deve coincidir com a gestão em equipe e a habilidade de enxergar os próprios percalços, colocando-se à disposição para melhorar o exercício da função e contribuir com a consolidação empresarial todos os dias.

Neste post, você conferiu como ser um bom administrador e quais são as habilidades necessárias para atuar no mercado de trabalho. Além disso, percebeu o motivo pelo qual a profissão exige um aprimoramento constante do funcionário, cujo intuito é ter protagonismo na trajetória profissional.

Este conteúdo foi útil para você? Então, que tal continuar aprendendo sobre novas habilidades para mandar bem no emprego?! É só assinar gratuitamente a newsletter do blog para receber materiais exclusivos sobre profissão e mercado de trabalho!

Posts relacionados

Deixe uma resposta