Educação continuada: por que não parar de estudar?
educação continuada educação continuada

Educação continuada: por que não parar de estudar?

6 minutos para ler

Dizer que o mercado de trabalho é competitivo não é mais uma novidade. Aliás, a frase já é vista como um grande clichê. Mesmo assim, retrata um fato que é importante não ignorar. Em outras palavras, a ideia é que os profissionais precisam buscar novas formas de se destacar.

Se há alguns anos o diploma de graduação era um diferencial importante, hoje ele se tornou muito mais um requisito para o sucesso. Então, há a necessidade de continuar investindo em educação continuada. Existem diversos caminhos possíveis para sua carreira depois de concluir o curso superior.

A educação continuada consiste exatamente em conhecer esses caminhos e agregar novos conhecimentos e experiências à sua formação. Isso pode ser feito por meio de cursos, eventos, relações profissionais, intercâmbio etc. Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe!

As possibilidades da educação continuada

Atualmente, é muito comum que os estudantes da graduação já estejam pensando em como escolher o curso de pós-graduação. Além da competitividade do mercado de trabalho, algo que também influencia nisso é a vontade de aprofundar os estudos em determinada área da profissão.

Os cursos de graduação preparam o profissional de maneira geral, com as habilidades básicas para iniciar efetivamente sua carreira. Entretanto, quem deseja avançar e melhorar cada vez mais como profissional precisa pensar no que fazer depois de sair da universidade.

As opções são muitas. Os cursos de especialização ou MBA possibilitam tanto que você foque em um nicho do seu campo de atuação quanto adentre também em áreas afins. Muitos cursos de pós são utilizados para viabilizar transições de carreira.

Mesmo quem não pretende mudar totalmente de área profissional pode se beneficiar bastante de realizar uma pós em outro campo. Por exemplo, a conclusão de um MBA é útil se você pretende trabalhar em cargos de liderança, seja qual for a sua formação inicial.

Além dos cursos de especialização, existe a pós-graduação realizada nos programas de mestrado e doutorado. Eles são mais específicos para os que planejam seguir a carreira acadêmica — tornando-se pesquisador ou professor universitário.

E, claro, sempre é possível escolher uma segunda graduação. Ela pode servir para mudar seu rumo profissional ou para estreitar laços com uma área próxima da sua. Por exemplo, administradores que tenham interesse em saber mais sobre os conhecimentos das Ciências Contábeis.

Os motivos para não parar de estudar

O que você achou das possibilidades de educação continuada? Apresentamos as principais opções de cursos para serem feitos depois de concluir o Ensino Superior, mas não esqueça que também é possível (e necessário) continuar estudando por meio de novas leituras, cursos de curta duração, grupos de estudo, participação em eventos e muito mais.

Basicamente, todas as iniciativas para aprofundar seus conhecimentos e vivenciar experiências profissionais específicas fazem parte da formação continuada. E por que mesmo fazer tudo isso? Confira alguns motivos que vão convencer você a não parar de estudar!

Desenvolver habilidades técnicas

Embora seja um passo fundamental para o sucesso profissional, não podemos ter a pretensão de que a graduação sozinha dê conta de desenvolver todas as habilidades técnicas das quais um profissional precisa. Mesmo que isso fosse possível, ainda não dispensaria a necessidade da educação continuada.

Powered by Rock Convert

Afinal, o mundo muda constantemente e novos recursos técnicos são lançados a cada dia. Assim, os profissionais precisam estar sempre atualizados sobre as novidades da sua área e dos campos que tenham relação com ela. Por isso, o desenvolvimento de habilidades é uma das razões para continuar estudando.

Alguns conhecimentos e competências são tão específicos que só podem ser vistos ou aprofundados em um curso próprio. Ou seja, a graduação fica impossibilitada de abordá-los de maneira aprofundada. Então, o planejamento da sua carreira deve considerar a educação continuada como algo central para o desenvolvimento técnico.

Obter crescimento pessoal

O desenvolvimento da carreira não depende apenas das habilidades técnicas. Também é necessário que você se preocupe em ter competências pessoais que ajudem a conquistar cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Esse é mais um ponto que indica a importância da educação continuada.

Imagine um profissional que sai da graduação recém-formado e acredita que sabe tudo que precisa para exercer sua carreira da melhor forma. Ele não apenas está enganado, como demonstra a falta de habilidades essenciais — como a humildade e a busca por melhorar cada vez mais.

Tenha em mente que planejar o que fazer na pós-graduação é uma forma de buscar mais realização pessoal e superar os limites das habilidades técnicas. Sem dúvida, as competências comportamentais têm muita importância no currículo e na carreira. Um profissional que reconhece sua necessidade de estudar está à frente dos outros.

Aproveitar oportunidades no mercado

Quem tem a pretensão de aproveitar boas oportunidades no mercado de trabalho precisa estar preparado para elas. Pense em qual perfil profissional as empresas buscam para seus cargos de gestão e liderança. Será que um profissional que não investe em formação continuada tem grandes chances de ser promovido?

De modo geral, os empregadores procuram por uma combinação interessante de formação técnica sólida e boas competências pessoais. Então, são os cursos e as experiências depois da graduação que tornarão o seu currículo mais competitivo e deixarão você em destaque para participar de entrevistas e crescer profissionalmente.

Manter a empregabilidade

Assim como é útil para aumentar suas chances de evoluir na carreira e ocupar funções mais desafiadoras, a educação continuada também se apresenta importante na manutenção de empregos. Em tempos de crise, nos quais o desemprego se torna um problema maior, os profissionais capacitados estão mais protegidos.

Outro ponto muito positivo de não parar de estudar é a possibilidade de desenvolver ideias para empreender. Continuar fazendo cursos, participando de eventos profissionais e investindo na sua carreira pode gerar oportunidades de empreendedorismo e potencializar ainda mais seu sucesso.

Seja qual for o caminho escolhido para a sua carreira, não há dúvidas de que é preciso estudar — muito e sempre!

Neste post, você viu várias alternativas para fazer isso. Procure as que melhor se adéquam aos seus objetivos e alcance todos eles. Não se esqueça da importância de escolher instituições de qualidade para realizar seus cursos.

E então, a leitura ajudou você a entender melhor a educação continuada, o cenário do mercado e a pensar sobre sua carreira? Compartilhe o post nas redes sociais e divida as dicas com seus amigos!

Posts relacionados

Deixe uma resposta